Cursos Técnicos Superiores Profissionais (TeSP)

Os Cursos Técnicos Superiores Profissionais (TeSP) são uma nova oferta formativa que passa, por promover a integração dos estudantes no mercado de trabalho e, ao mesmo tempo, assegurar que as entidades empregadoras encontram profissionais com o perfil desejado.

  • Apoio à Gestão

    O Técnico/a Superior Profissional em Apoio à Gestão é o profissional que presta apoio técnico aos órgãos de direção/ administração no exercício das suas competências, assegurando a execução de tarefas de gestão, administrativas e de secretariado; gere a agenda, contactos e toda a informação recebida e produzida, utilizando aplicações informáticas e técnicas de arquivo e indexação; colabora na identificação das necessidades de compras e gere os stocks; elabora orçamentos e identifica desvios; coordena a informação relativa aos recursos técnicos, humanos, financeiros e contabilísticos, no sentido de a aportar à gestão/direção para que esta possa cumprir com as suas obrigações; coordena e assegura a organização de reuniões, assembleias, eventos e visitas, tendo em conta o protocolo, o relacionamento e a comunicação mais adequada ao contexto.

    Atividades Principais

    • Assegurar a execução de tarefas administrativas, de gestão e de secretariado;
    • Interpretar e gerir a informação recebida e produzida, utilizando as aplicações informáticas adequadas;
    • Organizar e gerir a agenda e contactos internos e externos;
    • Organizar e gerir documentos, ficheiros e arquivos em diferentes suportes, aplicando as respetivas técnicas de arquivo e indexação;
    • Estruturar e redigir documentos empresariais e institucionais em língua portuguesa e inglesa;
    • Colaborar na identificação das necessidades de compras, aplicando as regras de gestão económica de stocks;
    • Controlar as faturas e acompanhar os movimentos de tesouraria;
    • Elaborar orçamentos e análise de desvios orçamentais;
    • Recolher, selecionar e preparar a informação financeira e contabilística para posteriormente analisar e elaborar os relatórios de gestão, no sentido de permitir à gestão/direção cumprir com as suas obrigações e negociar com as instituições financeiras;
    • Recolher, selecionar e preparar a informação relativa a contratos (comerciais, laborais e de seguros) para posteriormente analisar, no sentido de permitir à gestão/direção cumprir com as suas obrigações e negociar com as seguradoras;
    • Planear e organizar reuniões, assembleias, eventos, receções e visitas;
    • Aplicar as normas de protocolo em situações oficiais;
    • Identificar e aplicar as ferramentas adequadas ao relacionamento interpessoal, intra e inter-organizacional;
    • Identificar e aplicar os instrumentos e técnicas fundamentais à comunicação eficaz.
     

    ver mais

  • Comércio Eletrónico

    O Curso Técnico Superior Profissional em Comércio Eletrónico visa formar profissionais aptos a planear, implementar e controlar ações de marketing digital e a apoiar a gestão de lojas online, garantindo a sua competitividade ao nível da execução de operações, da articulação dos processos de logística envolvidos e do reforço da orientação para o cliente através dos canais de venda eletrónica. Atividades Principais:

    • Recolher informação sobre o mercado onde a empresa atua: identificar potenciais clientes, analisar a concorrência no setor, e desenvolver eventuais ações de benchmarking;
    • Identificar novos mercados e desenvolver novos produtos numa perspetiva de inovação constante;
    • Interpretar, gerir e operacionalizar a informação recebida e produzida através de aplicações informáticas adequadas;
    • Desenvolver ações de marketing digital, nomeadamente criar emails e banners promocionais; dinamizar o interface online; adicionar novas ofertas ao site; ou apoiar o cliente na utilização de plataformas digitais;
    • Verificar e testar a usabilidade do site eletrónico e garantir o seu correto funcionamento;
    • Monitorizar o decurso das ações desenvolvidas: fotografar produtos, editar imagens, upload de imagens, organizar imagens, dinamizar o ambiente on-line ou auxiliar a elaboração de campanhas de e-mail
    • Controlar e monitorizar os resultados das operações de forma constante: analisar e monitorizar em permanência os resultados através das ferramentas de web analytics;
    • Enunciar ações corretivas capazes de dinamizar os resultados;
    • Gerir encomendas através do canal online: acompanhar todo o processo desde a receção da encomenda até à sua expedição e posterior recolha de feedback do cliente;
    • Dinamizar a gestão do relacionamento com o consumidor e estimular a proximidade e a interação.

    ver mais

  • Contabilidade e Fiscalidade

    Este curso visa formar adultos em que prevalece a componente técnica nas áreas da Contabilidade e Fiscalidade, conferindo um diploma de Técnico Superior Profissional e, com isso, contribuir para um maior grau de empregabilidade na região em que se insere. O técnico superior especialista em Contabilidade e Fiscalidade é um profissional que, de uma forma autónoma, é capaz de efetuar trabalhos técnicos inerentes a estas duas áreas. Este profissional possui competências no âmbito da contabilidade e do sistema fiscal em conformidade com o normativo legal aplicável. Este diplomado em Contabilidade e Fiscalidade está vocacionado para ocupar postos de trabalho onde poderá desempenhar as funções de âmbito contabilístico, financeiro e fiscal, tais como: organizar e preparar informações de natureza contabilística e fiscal; efetuar a prestação de contas; apoiar as organizações na gestão financeira e fiscal.

    Atividades Principais

    • Organizar, classificar e registar documentação oficial em função do seu conteúdo, baseado na legislação contabilística e fiscal em vigor;
    • Manusear software informático e aplicações informáticas específicas com vista à gestão administrativa, contabilística e fiscal;
    • Analisar as implicações contabilísticas e fiscais das operações realizadas por uma empresa;
    • Participar na elaboração e gestão de centros de custos e capacidade de análise dos custos de uma empresa;
    • Acompanhamento administrativo e financeiro de uma entidade pública ou privada
    • Assegurar os procedimentos necessários à prestação de contas e ao cumprimento de outras obrigações legais e fiscais;
    • Preparar documentação necessária para as auditorias contabilísticas e fiscais;
    • Preparar, apresentar e interpretar as principais peças necessárias para a análise financeira;
    • Analisar e interpretar dados referentes a fontes de financiamento, aplicações financeiras e outros recursos de âmbito financeiro;
    • Elaborar relatórios de apoio às decisões de gestão com enquadramento setorial e económico;
    • Assegurar a realização de procedimentos inerentes ao enquadramento legal, laboral e financeiro das empresas.
       

    ver mais

  • Exportação e Logística

    O Técnico Superior Profissional em Exportação e Logística é o profissional que analisa os mercados internacionais com os quais a empresa se relaciona, assegura e controla o processo de exportação, gere os sistemas de transportes, conhece as regras de direito internacional, e otimiza os fluxos de informação, produtos, serviços e matérias-primas com vista à satisfação do cliente e à criação de vantagem competitiva.

    Atividades Principais

    • Conhecer as redes de comércio internacional e participar no planeamento, organização, implementação e controlo do processo de exportação.
    • Analisar a envolvente da empresa, compreender as diferentes especificidades e desenvolver relações de cooperação.
    • Coordenar as atividades de receção, controlo, movimentação, aprovisionamento e expedição de mercadorias.
    • Desenvolver redes de relacionamento com o cliente, assegurando o cumprimento dos requisitos comerciais contratados, prestando informações de acompanhamento, e adequando o processo logístico às necessidades do cliente.
    • Analisar as necessidades logísticas da empresa e definir soluções adequadas aos objetivos, estratégias e recursos da organização.
    • Coordenar e controlar as atividades de distribuição e o aprovisionamento da produção, recorrendo a sistemas de informação integrados.
    • Colaborar na gestão das operações de financiamento bancário internacional, reunir documentação relevante e garantir conformidade com a legislação e os requisitos fiscais externos.
    • Articular o sistema de transportes, de acordo com as suas características e especificidades, às exigências da empresa e garantir a gestão do risco associado aos bens transacionados.
    • Integrar equipas multidisciplinares, privilegiando a comunicação, a colaboração, o desempenho e a cordialidades nas relações de trabalho.
    • Elaborar relatórios de análise e gestão de indicadores comerciais considerados relevantes e sistematizar informação operacional.

    ver mais

  • Gestão Agrícola

    O Curso Técnico Superior Profissional em Gestão Agrícola visa formar profissionais aptos a planificar atividades agrárias e gerir explorações agrícolas, maximizando o uso das ferramentas e potenciar os processos de produção, desenvolvendo políticas de crescimento da atividade e dinamização do negócio agrícola, no respeito pelo meio ambiente, higiene e segurança alimentar e ordenamento do território. Atividades Principais:

    • Gerir os processos de produção, colheita e comercialização de produtos gerados pelas atividades da empresa agrícola;
    • Gerir as relações entre produtores para um melhor planeamento e gestão da economia rural;
    • Desenvolver diagnósticos relacionados com o potencial e as limitações dos recursos naturais para acautelar processos de produção que garantam a preservação dos ecossistemas;
    • Elaborar análises económica e financeira, identificando a informação financeira relevante para a tomada de decisão e para o controlo de gestão;
    • Planear e gerir o parque de máquinas, mantendo o equipamento em boas condições de utilização e assegurando o cumprimento das normas de higiene e segurança no trabalho;
    • Gerir e produção e comercialização de produtos agrícolas e pecuários;
    • Dinamizar as vendas da empresa e a procura de novos parceiros comerciais;
    • Elaborar candidaturas a programas de financiamento e gerir toda a documentação associada aos apoios comunitários;
    • Coordenar, com o apoio de ferramentas e programas informáticos, o planeamento e execução das atividades agrícolas e empresariais.
     

    ver mais

  • Seguros

    A forte dinamização do mercado segurador obrigou a regras de conduta e de saberes na comercialização de seguros, exigindo um incremento significativo na profissionalização, credibilidade e transparência da atividade de mediação de seguros. Em particular, o DL nº 144/2006, resultante da transposição da Diretiva Comunitária n.º 2002/92/CE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 09 de Dezembro, obriga a que as instituições financeiras tenham nos seus balcões um profissional habilitado na área dos seguros para poderem comercializar produtos de seguros do ramo vida e não vida. Para além da comercialização de produtos de seguros, o Técnico/a Superior Profissional em Seguros podem ainda trabalhar por conta de outrém em empresas industriais ou comerciais no sector administrativo e financeiro onde fazem assessoria técnica sob orientação da administração ou do director financeiro.

    Atividades Principais

    • Prestar apoio técnico aos órgãos de direcção/administração no exercício das suas competências;
    • Prestar informação técnica sobre todos os produtos de seguros;
    • Prestar apoio nos processos de sinistros dos clientes;
    • Apoiar na gestão da actividade administrativa, comercial e financeira do estabelecimento;
    • Analisar os diferentes contratos de seguros, para propor, de uma forma imparcial, aos clientes as melhores condições comerciais e de cobertura existentes no mercado;
    • Recolher e tratar a informação disponibilizada pelo segurador de forma a atingir os resultados comerciais;
    • Assessorar o processo de formação dos colaboradores directamente envolvidos na actividade seguradora;
    • Prestar auxílio na actividade de mediação de seguros em regime de livre prestação de serviços no espaço comunitário;
    • Apoiar a comunicação com o Instituto de Seguros de Portugal;
    • Acompanhamento pró-ativo e sistemático dos produtos comerciais existentes no mercado, bem como da legislação regulamentar da actividade seguradora.

    ver mais

  • Serviços Jurídicos

    O quadro da vida atual exige a disponibilidade no mercado de Técnicos de Serviços Jurídicos, como profissionais capazes de potenciarem a atividade das empresas e das organizações públicas e sociais, para além do tradicional apoio às atividades e profissões jurídicas. O Técnico dos Serviços Jurídicos é hoje um especialista empenhado no suporte às atividades das organizações como interface qualificado com diferentes instâncias, judiciais e administrativas, aliviando a gestão e a assessoria de inúmeras questões quotidianas com que se defrontam os diversos operadores dos mercados económicos, sociais e culturais. Pelo domínio das relações e procedimentos com diferentes entidades e instituições, o Técnico dos Serviços Jurídicos assegura o cumprimento de obrigações e exercício atempado de direitos garantindo a segurança da atuação em vários domínios, como sejam, o contencioso, os recursos humanos, a contabilidade, a fiscalidade, o controlo de gestão e ainda agindo com o uso adequado das tecnologias de comunicação e informação, na medida em que as mesmas estão vertidas para as áreas desta especialização. Atividades Principais

    • Assegurar o atendimento ao público e execução de tarefas administrativas;
    • Gerir a carteira de clientes e a agenda dos profissionais com quem colabora ou dos quadros que assessora;
    • Organizar, movimentar e controlar os processos judiciais e administrativos;
    • Gerir através de meios informáticos os prazos judiciais e administrativos;
    • Recolher e entregar as peças processuais junto dos tribunais, das repartições e dos diversos serviços públicos;
    • Atualizar a legislação, gerir e organizar o fluxo de informação, nomeadamente recorrendo ao uso dos meios informáticos;
    • Proceder ao tratamento da informação contabilistica e forense da organização, e ainda o pagamento das custas processuais;
    • Recolher informação jurisprudencial e doutrinal, académica e editorial e organizá-la;
    • Colaborar com os magistrados, mediadores, conservadores e notários nas diligências e respetivos atos;Colaborar com os gabinetes jurídicos das empresas e outras instituições.
    • Colaborar com os gabinetes jurídicos das empresas e outras instituições.

    ver mais